Escola do PCdoB
Ensino e Pesquisa

Núcleo Partido

Publicado em 05.03.2010

Coordenador:
Altair Freitas


Membros/Professores

Adalberto Monteiro, Aldo Arantes, Altair Freitas, Augusto Buonicore, Elias Jabbour, Haroldo Lima, Carlos Augusto Diógenes (Patinhas), Walter Sorrentino
I) Objetivos (gerais e específicos)

• Enfrentar no âmbito da teoria e da política desafios, problemas e dilemas contemporâneos postos aos Partidos Comunistas em relação à edificação deles enquanto instrumentos imprescindíveis à luta transformadora e, de igual modo, proceder em face do socialismo, projeto histórico maior dos comunistas. O universo privilegiado de exame, embora não exclusivo, será o Brasil;

• Empreender o movimento de ir da realidade à teoria e desta à realidade sob o princípio filosófico marxista de não apenas interpretá-la, mas de, ao – ascendentemente – conhecê-la, mais força adquirir para transformá-la. Em outras palavras: provocados por demandas concretas da luta de classes da atualidade, iremos aos clássicos marxistas e à produção marxista brasileira na procura de elementos teóricos e políticos que contribuam para o elucidamento dos problemas colocados;

• Formar professores e elaborar o currículo da Escola Nacional.


II) Linhas de Estudo e pesquisa

1) O Partido como objeto teórico

1.1) Fundamentos e embates teóricos, crise de atualização da teoria leninista;

1.2) Os partidos leninistas e as revoluções no séculoXX;

1.3) Evolução dos embates teóricos sobre o partido leninista no Brasil;

1.4) O proletariado hoje e seu papel de vanguarda;

1.5) Fundamentos teóricos da participação em governos de coalizão.

2) Experiência histórica

PCdoB: marcos históricos e lições de sua experiência.

3) Fundamentos da linha de estruturação partidária

3.1) O PCdoB e seu vínculo com o proletariado e suas lutas

Partido organicamente de massas e organizado em bases – exigência da atualidade;

3.2) O PCdoB na atualidade política brasileira

Participação em governo de coalizão (potencialidades e limites);

3.3) Relação Partido-movimento social – experiência brasileira

3.4) Participação na luta de idéias

3.4.1) Defesa, desenvolvimento e difusão do do marxismo;

3.4.2) Interpretação da realidade brasileira;

3.4.3) A questão nacional e a luta antiimperialista;

3.4.4) Mudança X continuidade (núcleo da luta de idéias no Brasil de hoje).

4) Socialismo

4.1) Evolução do pensamento estratégico do Partido

4.1.1) O Programa atual (fundamentos teóricos; sua correção, atualidade e eventuais lacunas; reflexões para seu enriquecimento e aperfeiçoamento; salto teórico e político importante na compreensão do processo revolucionário brasileiro);

4.1.2) A tática da 9ª Conferência: acumulação e aproximação da tática com a estratégia;

4.1.3) Experiências atuais de governos com programas alternativos ao neoliberalismo;

4.1.4) O Programa Socialista como norte estratégico da atuação partidária;

4.2) Experiências atuais de transição ao socialismo.


III) Bibliografia básica

Cada caso, cada estudo, cada pesquisa concreta suscitará uma bibliografia concreta. Contudo, elenca-se inicialmente:

Marx & Engels
Manifesto do Partido Comunista
“Do socialismo utópico ao socialismo científico” ( Anti-Dhuring )
“Crítica ao programa de Gotha”
Guerra covil na França
Lênin
O esquerdismo, doença infantil do comunismo
Que Fazer?
Um passo adiante, dois atrás
O Estado e a revolução
Duas táticas da social-democracia
Texos sobre a NEP (8 textos: 1921 a 1924)
Questões do leninismo (Stálin)

PCdoB
Programa Socialista
Estatuto do PCdoB
Livro do 10º Congresso ( Um novo rumo para o Brasil )
Documentos do 11º Congresso
Documentos do 12º Congresso
Resolução 9ª Conferência
Textos sobre Partido na Revista Princípios (Rogério Lustosa, Loreta valadares...)