Escola do PCdoB
Ensino e Pesquisa

Nucleo Filosofia

Publicado em 06.03.2010

Núcleo de estudo e pesquisa em Filosofia

Coordenador: Fábio Palácio

Equipe permanente/Professores (as) : Ana Rocha, Fábio Palácio, Ilka Bichara, Liliam Porto, Madalena Guasco, Milton Barbosa, Nereide Saviani, Olívia Rangel.

OBJETIVOS
Geral
Aprofundar o estudo dos clássicos do marxismo, visando a desenvolver e debater soluções teóricas para as grandes polêmicas da luta de idéias na atualidade. Em especial, compreender os efeitos subjetivos da crise do capitalismo em sua manifestação neoliberal e o equacionamento das questões subjacentes à atual transição no Brasil – tendo por perspectiva a transição para o socialismo.
Específicos
Formar a militância do PCdoB nos temas relacionados à Filosofia, tornando-a apta a enfrentar, de moto próprio, a luta de ideias nessa área.
Formar os professores da Escola Nacional do Partido para o desenvolvimento de atividades relacionadas aos temas de filosofia (ministrar aulas, coordenar atividades de estudo e pesquisa, produzir textos...).
Elaborar o currículo de filosofia da Escola Nacional.

BIBLIOGRAFIA INICIAL
Clássicos do marxismo-leninismo
ENGELS, F.
Dialética da natureza
Anti-Dühring
Ludwig Feuerbach e o fim da filosofia clássica alemã
HEGEL, G. W. F.
A ciência da lógica
Fenomenologia do Espírito
LÊNIN, V. I
As três fontes e as três partes constitutivas do marxismo
Materialismo e empiriocriticismo
Cadernos filosóficos
MARX e ENGELS
A ideologia alemã
MARX, K. Manuscritos econômico-filosóficos
Introdução à Crítica da Economia Política
Produções contemporâneas
AMAZONAS, J.
Os desafios do social ismo no século XXI
Outros... (a programar) – contemplando obras/autores sobre História da Ciência, neoliberalismo, pós-modernidade, entre outros campos temáticos.
Leitura inicial
• primeiras reflexões filosóficas de Marx;
• debate da modernidade - situar o diálogo de Marx c/ o liberalismo (o que ajudará a entender o debate atual com o neoliberalismo e a pós-modernidade).
TEXTOS:
Para fichamento [clique aqui]:
MARX, KARL, Manuscritos Econômico-Filosóficos (3º Manuscrito ).
Para suporte / contextuação:
PEIXOTO, Madalena Guasco, A produção do conhecimento nas revoluções burguesas .

DINÂMICA DE FUNCIONAMENTO / PRIORIDADES
• formar subgrupos para aprofundamento de temas, organizando linhas de pesquisa, de acordo com as prioridades a serem estabelecidas a partir dos debates suscitados pelos estudos iniciais e com base no acúmulo dos integrantes do núcleo, atendendo-se, sempre que possível, aos interesses/preferências individuais;
• contemplar os diferentes níveis de aprofundamento dos integrantes do núcleo, garantindo uma base mínima a todos os participantes e dando oportunidade de avanço a quem apresentar condições;
• priorizar a preparação dos professores para o domínio dos conteúdos de Filosofia e seu ensino (o que supõe saber organizá-lo visando à transmissão em diferentes níveis, para diferentes públicos);
• identificar as principais polêmicas no campo da filosofia (antigas / do tempo de Marx / atuais), não se limitando ao estudo de autores marxistas;
• sistematizar tarefas concretas com plano de estudo p/ atingir objetivos a cur to, médio e longo prazos;
• definir estratégias para: enfrentamento das grandes questões teóricas; formação de professores de filosofia (a curto prazo – para demandas imediatas – níveis I e II);
• combinar planos de estudo coletivo e planos individuais (estes também voltados p/ temas e problemas candentes da área, não segundo interesses particulares);
• comunicação entre os integrantes do núcleo: virtual (grupo de discussão – restrito).
OBS: As grandes polêmicas da luta de idéias na atualidade envolvem o debate sobre os recortes temáticos da Filosofia de acordo com as necessidades e prioridades do núcleo (dentre outros: o equacionamento do tema “Brasil” na Filosofia; a filosofia marxista no Brasil – correntes filosóficas, autores e obras de destaque; filosofia e história da ciência – dialética X determinismo/mecanicismo; método e teoria do conhecimento; consciência e subjetividade; estética; ética e moral proletária...)
[voltar] O fichamento deve conter: a) contextuação da obra; b) estrutura do texto (teses centrais e idéias a elas relacionadas); c) questões p/ reflexão; d) comentários gerais (inclusive sobre a atualidade da obra).
Ver, entre outros:
Cadernos de Formação ( www.vermelho.org.br );
SEVERINO, Antonio Joaquim, Metodologia do Trabalho Científico . São Paulo: Cortez/Autores Associados, 2000. 21ª ed. Capítulo III: Diretrizes para a leitura, análise e interpretação de textos – pp. 47-61.
BIBLIOGRAFIA TEXTO UM | BIBLIOGRAFIA TEXTO DOIS | BIBLIOGRAFIA TEXTO TRÊS