Artigos

Flávio Dino – Pacto de solidariedade

Flávio Dino Publicado em 20.04.2020

É verdade que até este momento ainda temos indicadores abaixo da média brasileira. Porém, a evolução de casos é exponencial.

Ao abordar eleição de 2018, Flávio Dino (PCdoB) defende programa com reforma tributária entre as prioridades Foto: Gilson Teixeira/Governo do Maranhão

Vivemos um momento muito difícil no mundo, no Brasil e em nosso estado. Fica evidente que a união e a solidariedade precisam, mais do que nunca, caminhar juntas. Enfrentamos uma situação que em muito se assemelha a um estado de guerra. Porém, com uma diferença: o inimigo não nos ameaça com fardas e armas ostensivas, mas de igual forma sacrifica vidas, desestabiliza a economia, atinge famílias e, de pior modo, destrói sonhos e projetos daqueles que perdem entes queridos.

Nós, eu e minha equipe, estamos integralmente mobilizados em torno dessa batalha. Mas não conseguiremos vencê-la sem a cooperação do povo do Maranhão. Nenhum país do mundo, ainda que no topo do desenvolvimento, tem estrutura suficiente para prover serviços de atenção à saúde para toda a sua população ao mesmo tempo. Por isso, enfatizo que é fundamental que haja compreensão de que não é hora de individualismos, disputas ideológicas ou prevalecimento de vontades próprias, especialmente se ela é nociva aos outros.

É urgente que haja cooperação de todos no cumprimento das normas sanitárias. Nós não podemos e não vamos parar de trabalhar para garantir a saúde e a integridade do povo maranhense. Apesar da escassez dos meios e de recursos, temos investido para fazer tudo que é possível na realidade em que vivemos. Mas todos os esforços não serão suficientes se não forem fortalecidos pela ajuda de cada um fazendo a sua parte.

É verdade que até este momento ainda temos indicadores abaixo da média brasileira. Porém, a evolução de casos é exponencial. Para que fique claro: neste mês de abril, a multiplicação de casos registrados de coronavírus já chega a 15 vezes no Maranhão. Se não cumprirmos com responsabilidade as medidas de prevenção e enfrentamento desse inimigo invisível, em poucos dias o árduo trabalho de ampliação de leitos não será suficiente para suprir a necessidade criada.

Além de outros países, estados vizinhos ao nosso já vivem a saturação do sistema de saúde, com 100% dos leitos ocupados e filas de espera para leitos de UTI, ou seja, vidas em alto risco, infelizmente. Não podemos aceitar que chegaremos a esta situação aqui no Maranhão.

Prosseguiremos com o máximo investimento quanto for possível para ampliar hospitais, criar novos leitos, contratar mais profissionais, adquirir insumos médicos, medicamentos e EPIs, etc., sem medir esforços. Inclusive, nos próximos dias vamos entregar mais 100 novos leitos, entre internação e UTI, que já estão equipados com os respiradores que, com a ajuda de diversos empresários, conseguimos comprar da China e fazer chegar em tempo hábil, para salvar mais vidas.

Portanto, convoco a todos os maranhenses para uma grande união, um verdadeiro pacto de solidariedade. Independente de sua ideologia, posição política ou simpatia por este Governo e por este governador, há algo maior que deve nos unir: a proteção à saúde e à vida. Precisamos fortalecer as medidas preventivas com a máxima urgência, a fim de garantir que todos os que precisem possam ser atendidos na rede hospitalar do Maranhão.

Nossa prioridade deve ser o cumprimento absoluto das medidas legais definidas, porque só assim conseguimos frear a rápida propagação da doença e reduzir as contaminações, ampliando as chances de atendimento médico a quem precise. Somente juntos poderemos vencer esse mal que nos assola. Faça a sua parte e só saia de casa quando absolutamente necessário. E ao sair, use máscaras de proteção, pois elas diminuem o risco de contágio. Mais uma vez peço a ajuda de todos.