Especiais - EXPOSIÇÃO 95 anos - Democracia é indispensável ao Brasil, O PCdoB é indispensável à democracia

FUNDAÇÃO E PRIMEIROS ANOS

Cezar Xavier Publicado em 02.03.2017

Em 25 de março de 1922 nascia o Partido Comunista do Brasil. Fruto da própria evolução da sociedade brasileira, a organização representou um salto de qualidade no movimento operário, contribuindo para a unidade dos trabalhadores e para seu ingresso na luta revolucionária e na arena político-institucional.

Foto: Painel original da exposição

A CRISE DA REPÚBLICA VELHA

Os primeiros anos do PC do Brasil se deram em meio à crise da República Velha. No ano mesmo de sua fundação, outros acontecimentos de dimensão histórica refletem o anseio de modernização e democratização do país. Em fevereiro tem lugar, na cidade de São Paulo, a Semana de Arte Moderna. O evento marca a entrada da arte brasileira no século XX. pouco depois, em 5 de julho, eclode o levante do Forte de Copacabana. A repressão ao movimento dos tenentes atinge também o Partido Comunista, que passa a viver o primeiro de seus muitos períodos de clandestinidade.

Foto abaixo: Rebeldes marcham sobre a praia de Copacabana no episódio do Dezoito do Forte, um dos ápices do movimento tenentista.

OS COMUNISTAS E O TENENTISMO

Ao longo da década de 1920, o Partido Comunista do Brasil buscou uma aliança com o tenentismo. Expressão de camadas médias urbanas ligadas às Forças Armadas emovidas por aspirações modernizantes e antioligárquicas, o tenentismo encontraria no Partido Comunista um de seus desaguadouros. 

Foto abaixo: Em 5 de julho de 1924 um novo levante tenentista desencadeia a tomada da cidade de São Paulo.

A EXPERIÊNCIA DO BLOCO OPERÁRIO E CAMPONÊS

Os primeiros embates ideológicos do Partido se deram contra os anarquistas. O PC do Brasil propugnava a necessidade de travar a luta de classes no campo político. Com essa finalidade surgia, em 1927, o Bloco Operário, que logo passaria a se chamar Bloco Operário e Camponês (BOC) - a primeira frente eleitoral da esquerda brasileira sob direção comunista.

À MARGEM DA REVOLUÇÃO DE 1930

Em dezembro de 1928, tem início o 3o. Congresso do PC do Brasil. A política nele aprovada levaria ao rompimento com o tenentismo, ao fechamento do BOC e à postura de isolamento na Revolução de 1930. Nesse momento, o Partido - ainda preso às vicissitudes do movimento comunista internacional - padece de incompreensões sobre o papel da burguesia nacional e o significado do projeto nacional-desenvolvimentista. Mesmo assim, os comunistas prestariam grandes serviços à sociedade brasileira, em especial na luta contra o fascismo que avançava no mundo.