Especiais - Guerrilha do Araguaia, uma geração de armas nas mãos contra a ditadura

ÁUDIO: Aula de Joao Amazonas sobre a Guerrilha do Araguaia durante exílio na Albânia

Cezar Xavier Publicado em 11.04.2017

Durante o exílio na Albânia, em 1977, quando havia uma política de extermínio da direção do PCdoB no Brasil, João Amazonas, principal dirigente do Partido, pronunciou uma aula sobre a Guerrilha do Araguaia aos exilados comunistas. O áudio tem pouco mais de uma hora de duração e trata de um assunto no calor dos acontecimentos e durante um período em que a censura impedia a divulgação sequer da existência da luta armada contra o regime militar ditatorial.

Foto: Imagem resgatada na Albânia, com outros documentos e mídias, por Bernardo Joffily e Olivia Rangel

O curso foi realizado e Tirana e durou 15 dias para algumas pessoas exiladas na Europa. Entre eles Loreta Valadares, Carlos Valadares, Bernardo Joffili, Olivia Rangel, José Luís Guedes, Nair Guedes, Maria Ester Drummond (Teinha), José Carlos Arruti Rey (Zé Carioca). Entre os professores estavam Amazonas, Arruda e Foto Çami, que era professor da Universidade de Tirana e ministrou as aulas de filosofia. Arruda deu aula de Fundamentos Leninistas de Partido e História do PCdoB. Amazonas tratou da formação histórica do Brasil, realidade brasileira, revolução brasileira, a tática e a estratégia do PCdoB e da Guerrilha do Araguaia. Suas aulas duraram cinco dias.

A fita com a gravação do curso faz parte do rico acervo do Centro de Documentação e Memória da Fundação Maurício Grabois (CDM-Grabois).