Notícias

UFF e Fundação Maurício Grabois organizam seminário “Universidade pós-golpe”

Divulgação Publicado em 12.05.2017

O evento acontecerá entre os dias 18 e 20 de maio, no auditório do bloco P do Campus Gragoatá, em Niterói (RJ)

A Universidade Federal Fluminense (UFF) será a sede de seminário organizado em parceira por estudantes, Fundação Maurício Grabois e administração da Universidade, com o objetivo de apontar perspectivas de atuação e busca de soluções à presente crise, que atinge também a educação superior e sua contribuição à sociedade. O evento acontecerá entre os dias 18 e 20 de maio, no auditório do bloco P do Campus Gragoatá e reunirá  intelectuais, pesquisadores e figuras políticas de importância no cenário nacional juntamente com lideranças estudantis, representantes do movimento social e das entidades representativas de todos os âmbitos da vida acadêmica para elaboração de debates sobre os desafios e construção de propostas a partir da perspectiva de cada setor.

O Brasil vive um momento de ebulição social e política. Os avanços garantidos para a população e, sobretudo, para a juventude, junto aos governos progressistas na última década, veem-se agora ameaçados pelo processo de golpe implementado por empresas, mídia e setores do judiciário, caracterizado pelo impeachment da presidenta Dilma sem crime de responsabilidade. 

Após o golpe de Estado que colocou na presidência Michel Temer, inúmeras medidas de ataque ao sistema público foram implementadas. Das mais recentes, a de maior vulto, que devasta setores essenciais como saúde e educação, foi a PEC 55. Tal proposta aprovou o congelamento dos gastos públicos por vinte anos, medida que afeta diretamente as universidades públicas, pois, após o processo de expansão e popularização impulsionados pelo ciclo do REUNI, não basta manter o custeio das instituições, é fundamental que haja investimento condizente com a expansão ainda em curso, a fim de superar  as lacunas existentes na estrutura das universidades e atender a crescente demanda por assistência estudantil, elemento essencial da política de permanência dos estudantes nas instituições de ensino superior. 

O seminário “Universidade Pós Golpe, Perspectivas e estratégias  na Universidade Pública em tempos de crise econômica, social e política" busca construir um debate com amplos setores do movimento estudantil, comunidade acadêmica, movimentos sociais, administração das universidades, intelectuais e figuras políticas a busca por soluções palpáveis para a manutenção da Universidade pública, gratuita e de qualidade. 

Serviço

Seminário Universidade Pós Golpe: "Perspectivas e estratégias  na Universidade pública em tempos de crise econômica, social e política"

18 de maio, a partir das 18 horas

19 de maio, das 9 às 18 horas

20 de maio, das 9 às 15 horas

UFF - Campus Gragoatá (Bloco P)

Inscrições: CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Mais Informações: mauriciograboisrj@gmail.com

https://www.facebook.com/universidadeposgolpe/ 

--- Programação ---

18/05 – Sexta-feira

18h – Jantar.
19h – Gestão das Universidades públicas e os desafios políticos e administrativos.
21h – Confraternização e mostra cultural.

19/05 – Sexta-feira

8h – Café da Manhã.
9h – Educação e Universidade no Brasil: sentido, desafios políticos, pedagógicos e seu papel na transformação social.
12h – Almoço.
14h – Financiamento, estrutura, gestão do Estado brasileiro e seus impactos na educação.
17h – Janta
19 h – O papel da Universidade na ciência, tecnologia e inovação para a soberania nacional
21h – Confraternização e mostra cultural

20/05 – Sábado

8h – Café da Manhã
9h – Ocupando espaços: resistência e perspectiva de lutas nas Universidades públicas.
13h – Almoço, confraternização final e mostra cultural