Notícias

3º Salão do Livro Político começa dia 5, na PUC-SP

Divulgação Publicado em 23.05.2017

Este ano, o salão homenageará Max Altman, Antonio Candido e a revista Caros Amigos, pelos seus 20 anos de resistência. Evento, que se realiza entre os dias 5 e 8 de junho, promove debates sobre a conjuntura política e social, atrações culturais e uma feira de livros com descontos de até 50%.

CONFIRA OS PRINCIPAIS EVENTOS DA PROGRAMAÇÃO

O Salão do Livro Político, organizado por um grupo de editoras independentes, chega à sua terceira edição. Como nos anos anteriores, uma programação extensa perpassa os temas sociais e políticos mais candentes da atualidade. Da gravidade da atual crise política brasileira aos ciclos de poder na América Latina. Da resistência indígena à revolução em curso das mulheres e à questão dos refugiados. Da pertinência de falar sobre Marx e o marxismo hoje à discussão dos 100 anos da Revolução Russa e da primeira greve geral no Brasil. Da proposta de privatização de bibliotecas às perspectivas do mercado editorial. Tudo intercalado com uma diversificada programação cultural.

Entre os convidados já confirmados estão intelectuais como Pedro Serrano, Fabio Luis Barbosa dos Santos e Pedro Fassoni (que debaterão sobre a América Latina), Rafael Valim (mesa Estado de exceção, tema da abertura do evento), Reginaldo Nasser e Tércio Redondo (abordarão a questão dos refugiados), Antonio Rago Filho  (mesa sobre Marx), Lidiane Soares Rodrigues, João Quartim de Moraes e José Arthur Giannotti (mesa Por que Marx hoje?) e Osvaldo Coggiola (100 anos da Revolução Russa).

Divulgação
O objetivo do evento é dar mais visibilidade às obras políticas, que recebem pouca divulgação e espaço nas livrarias, e incentivar vendas e leitura desses livros, que hoje representam apenas algo em torno de 2,5% do total dos publicados no país a cada ano, considerando-se as três áreas correlatas (sociologia, filosofia e economia). A ideia é ainda fortalecer as editoras independentes, que concentram as publicações do segmento, empunhando suas bandeiras, como a que defende o Projeto de Lei 49 de 2015. Conhecido como lei do preço fixo, o PL institui a política nacional de fixação do preço do livro, mas está congelado no Senado Federal.
 
III Salão
Esta terceira edição do Salão vai envolver cerca de 30 editoras, oito mais do que em 2015, e deve atrair cerca de 2,4 mil mais visitantes, 20% mais do que na última edição. Os livros serão oferecidos com descontos de 20% a 50%.
Além das editoras, incluindo algumas universitárias, como a  Educ, que integra a organização, participam do evento fundações e institutos de partidos políticos e as revistas Carta Capital, Critica Marxista, Margem Esquerda, Princípios e Marxismo Vivo.
Organizam esta edição as editoras 34, Alameda, Autonomia, Anita Garibaldi, Boitempo, Sundermann e Educ.

5 DE JUNHO

Estado de Exceção: usurpação de direitos na crise do capitalismo
Debatedores – Rafael Valim (professor de direito) – Luiza Erundina (convidada) – Cesari Batisti (escritor e ativista perseguido na Itália) – Débora Silvia das Mães de Maio (convidada)

6 DE JUNHO

Sobre Marx, com Michael Heinrich
Sobre Marx – Michael Heinrich (Ivana), mediador Antonio Rago Filho (Fernando auditório)/ precisa de tradução consecutiva

América Latina: ciclo progressista, onda conservadora?
Debatedores: – Fabio Luis Barbosa dos Santos – Pedro Serrano (Advogado e professor constitucionalista da PUC-SP) – Regina Gadelha – Pedro Fassoni (Professor de Ciênca Política na PUC-SP)

Nós que amávamos tanto o capital
19h30 Seminários Marx – José Arthur Giannotti (Ivana), João Quartim de Moraes (Ivana e Fernando), Lidiane Soares (confirmado), Roberto Swartzman (a confirmar com Ivana)

7 DE JUNHO

100 anos da Revolução Russa – Revolução e restauração
Debatedores: Martín Hernandez (LIT-CI) Osvaldo Coggiola (USP) Luiz Bernardo Pericás (USP)

Uberização: perigos e alternativas
Debatedores: Rafael Zanata Maria Cecília Oliveira Gomes Ludmila Costhek Abílio Mediador: João Peres (Editora Elefante)

Movimentos indígenas: lições de resistência
Debatedores: Adriana Gomes Santos Inaldo Gamela Timoteo Jera

Mulheres na Revolução
Debatedoras: Amelinha Telles e Maria Rita Kehl Mediadora: Diana Assunção

8 DE JUNHO

Guerras globais, refugiados locais
Debatadores: Tercio Redondo Reginaldo Nasser (professor de Relações Internacionais na PUC-SP) Soraya Misleh Isam Ahmad Issa (refugiado iraquiano marxista) Christo Kamanda (refugiado do Congo)