Notícias

Morre o marxista húngaro István Mészáros

Cezar Xavier Publicado em 02.10.2017

István Mészáros nasceu no ano de 1930 em Budapeste, e morre com 87 anos, entre os mais importantes intelectuais marxistas do mundo, tendo uma vasta obra. Foi ganhador do prêmio Deutscher Memorial Prize em 1970, por A teoria da alienação em Marx, do título de Pesquisador Emérito da Academia de Ciências Cubana, em 2006, e do Premio Libertador al Piensamiento Crítico, em 2008 na Venezuela, por sua obra O desafio e o fardo do tempo histórico.

Sabe-se que nos últimos 15 anos estava se dedicando a uma obra sobre o Estado, intitulada Para além do Leviatã: crítica do Estado, que estava prevista para sair em três volumes no Brasil, sendo a primeira para este ano.

 

Confira abaixo o conteúdo sobre o filósofo disponível no Portal Grabois:

ARTIGOS: Uma crise estrutural exige uma mudança estrutural

RESENHAS: A dialética da estrutura e da história: Uma introdução

ARTIGOS: Para Mészáros, capitalismo vive uma crise estrutural profunda

NOTÍCIAS: Mészáros: humanidade está diante de grande desafios

Mészáros: a emancipação feminina e as lutas de classes

Educação do Capital

NOTÍCIAS: Mészáros defende alternativa ao sistema parlamentar