Notícias

Paulo Fonteles Filho é homenageado pela Assembleia Legislativa do Pará

Michel Sodré Publicado em 18.12.2017

A Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), realizou, na manhã desta segunda–feira (18/12), no Plenário Newton Miranda, na sede do Poder Legislativo, a Sessão Solene de Outorga de Títulos Honoríficos com homenagens às pessoas físicas e jurídicas de nacionalidade brasileira e estrangeira que prestaram relevantes serviços à sociedade e ao estado do Pará. Paulinho Fonteles recebeu a homenagem post mortem.

Ao todo, foram entregues 24 Comendas de “Honra ao Mérito”, 19 títulos de “Cidadão do Pará”,  onze títulos de “Honra ao Mérito  Post Mortem”, dois de “Cidadão do Pará Post Mortem” e três de “Mérito Cabanagem”.

Conduzida pelo presidente do Parlamento Estadual, o deputado Márcio Miranda ressaltou em seu discurso a importância dos homenageados para o Pará. “Todos nós sentimos muito honrados em prestar essa homenagem. É uma decisão difícil escolher os agraciados porque existem outras milhares de pessoas que prestam relevantes serviços à sociedade paraense e que merecem o reconhecimento.  Essa é também a função do Parlamento, reconhecer os trabalhos e as atividades desenvolvidas por diversas pessoas em vários seguimentos que só engrandecem ao Pará”, destacou.   

A emoção e a saudade também marcaram a solenidade com a lembrança de 13 pessoas falecidas, homenageadas com o título de post mortem. A viúva de Paulinho recebeu o diploma com o Título Honorífico do Mérito Post Mortem. 

Paulo Fonteles Filho era uma liderança cativante, nutria um espírito de solidariedade e companheirismo que contagiava a todos que o rodeavam e tinha um carisma extraordinário.

Nascido nos porões da ditadura militar, o poeta e intelectual comunista Paulinho Fonteles construiu uma biografia forjada na luta do povo, mantendo sempre no horizonte o sonho do socialismo.

Herdeiro da luta destemida do pai, o ex-deputado Paulo Fonteles, assassinado pelo latifúndio e da mãe, a professora Hecilda Veiga, presa e torturada durante o regime militar, Paulinho iniciou sua militância no movimento estudantil, liderou as grandes manifestações pela meia-passagem dos estudantes, participou das manifestações pelo Fora Collor e contra as políticas neoliberais dos governos Neoliberais de FHC e de Almir Gabriel no Pará.

Foi vereador de Belém por dois mandatos (2000-2008), cargo que exerceu com grande destaque e se tornou uma das vozes mais importantes de defesa dos direitos humanos. Desenvolveu ao lado do CEMJA o Projeto Matinta Pereira de valorização da Cultura Paraense. Seu mandato se converteu numa trincheira importante de luta do povo, sendo uma das vozes mais atuantes no parlamento em defesa das Reformas Urbana e Agrária, o que lhe rendeu uma série da perseguições políticas e ameaças de morte.

Alinhado à orientação política do PCdoB, sempre esteve a serviço da luta dos trabalhadores, negros, mulheres, LGBT e do movimento estudantil, antenado às lutas do seu tempo.

No último período, Paulinho se destacou coordenando os trabalhos desenvolvidos pela Comissão Estadual da Verdade no Estado do Pará, além de jogar papel importante no sentido da reconstituição histórica da Guerrilha do Araguaia, um dos principais focos de resistência ao Regime Militar. Atualmente, estava à Frente do Instituto de Direitos Humanos Paulo Fonteles e era uma das vozes mais intransigentes de luta contra a pistolagem no campo paraense e a atuação das milícias que fazem vítimas milhares de jovens pobres e negros da periferia.

"O título de “Honra ao Mérito Post-mortem” a Paulinho Fonteles é uma justa homenagem que nosso mandato faz a um homem que pôs a sua vida a serviço do povo, sempre tendo no horizonte a construção de uma sociedade humanamente justa, onde todos tenham o direito pleno à felicidade", afirma o deputado estadual Lélio Costa (PCdoB).

Prestigiaram a solenidade, deputados estaduais, professores, empresários, religiosos, servidores públicos, representantes de associações e entidades civis e militares.

 

HOMENAGENS - As honrarias foram criadas pela Assembleia Legislativa do Estado do Pará, por meio da Resolução de nº 4 de 16 de novembro de 1971 e, por meio da Lei de nº 5.198 de 10 de dezembro de 1984, com a proposta de conceder homenagens às pessoas físicas ou jurídicas nacionais ou estrangeiras, que tenham contribuído diretamente e indiretamente para o engrandecimento do Pará. 

Relação dos homenageados:

1 - Títulos Honoríficos de “Honra ao Mérito”

Antônio de Assis Ribeiro

Márcio Villar

Vereadora Ana Cristina Albuquerque Teixeira

Rubenilson Farias Lobato

Enoque Paulino de Souza

Márcio Osamu Fukuda

Ismael Gonçalves Barbosa

Alda Aires da Costa

Jair da Silva  Bezerra

Romilde de Assunção Teles

Flávio Dino de Castro e Costa

 Luiz de França Solon

Evandro Watanabe

Rafael Evangelista Galvão

Alberto Mariano Gusmão Tolentino

Nazaré do Socorro Carvalho Miranda

Rafael Lima Rodrigues

Gilmar Pereira

Hilton Alexandre Oliveira

Abel Huyapuam de Sá Almeida

Luiz Tavares Rodrigues

Instituto Evandro Chagas   

Rosiberg Torres Campos

José Ribamar Ferreira Lima

 

2 - Honra ao Mérito Post Mortem

Antônio  Vieira dos Santos

Nivaldo Bredenodes

Augusto Olívio Chaves Rodrigues

Paulo Fontelles Filho

Diego Kolling

Hilmo Farias Moreira

Jones William

Lino Alves Rebelo

Haron Pastana Mutran

Norma Soares Barata

João Gabriel Gomes da Silva

Wilson de Jesus Santos da Silva

 

3 - Cidadão do Pará

Aurélio Pavão de Farias

Amanda Marra Saldanha

Antônio Vieira Caetano

Daniel Nardin Tavares

Haroldo Coury Maués

Ísis Nable Valverde

Olavo Paraense de Barros  

João Franco da Silveira Bueno

José Aparecido Maion

Fause Lopes

Carlinho de Jesus

Pastor Francisco Paulo Pessoa de Carvalho

Marcos de Meireles Nogueira

Luzimara Costa Moura

Wagner Bach Martins

Donar Luiz Dalferth

Raimundo Nonato Vieira

José Alexandre Domingues

Maria Eloisa de Oliveira Gama

Marjorie de Oliveira Calderaro

Pastor Paulo Eduardo Maestri Bengston

Paulo Manoel Pontes Lins

Walter de Oliveira

Igor Guapindaia de Andrade

Jari Ednei Teixeira

  

4 - Mérito Cabanagem

Maria Joseane da Silva

Carlos Henrique Calembo Marra    

Giórgio Christiano Andrade

 

5 - Cidadão do Pará Post Mortem

Amário Lopes Fernandes

Ângelo Debiase