Notícias

Seminário debate estudo de Lênin sobre filosofia e conhecimento

Publicado em 25.11.2019

Organizado pela Sociedade dos Amigos de Lênin (SAL), o evento ocorrerá na segunda-feira (2), em São Paulo, e terá como tema os 110 anos de lançamento do livro “Materialismo e empiriocriticismo. Notas críticas sobre uma filosofia reacionária”, de Vladimir Lênin.

O debate compreenderá a importância da ideia de Lênin sobre “verdade absoluta, verdade relativa”, no sentido do método e da epistemologia da apreensão do “conhecimento aproximado”. Segundo A. Sérgio Barroso, um dos coordenadores da entidade promotora, particularmente as novas exigências do quadro global de avanço das ideologias neofascistas e retrógradas, sinalizariam a importância da discussão, para além da efeméride em si.

Há um retorno do denominado “mal-estar na civilização”, mais recentemente identificado por alguns estudiosos, e sem dúvida, o quadro político da eleição de Bolsonaro, incentivariam reflexões sobre as bases materiais contemporâneas dos fenômenos sócio-ideológicos, digamos assim. “O seminário, junto a uma profusão de textos, porém extremamente confusos, já acumulados, nos chamariam à pesquisa ou talvez mesmo a um programa de estudos”, complementa Barroso.

O debate será iniciado com o físico e historiador da ciência Olival Freire e João Quartim de Moares, filósofo e escritor - os dois conhecem bem o livro de Lênin e seus alcances e limites -, e contará na condução dos trabalhos com o coordenador da SAL e a professora de filosofia Madalena Guasco.

SAL 

A Sociedade dos Amigos de Lênin (SAL), tem como objetivo estimular a reflexão, a divulgação e o estudo do pensamento do líder comunista russo Vladimir Lênin, em especial nos campos da economia política, da filosofia, da cultura, do Estado, da ciência política, da experiência de transição à construção do socialismo e seus desenvolvimentos na contemporaneidade. A SAL é vinculada à Fundação Maurício Grabois (instituição de estudos e pesquisas do PCdoB), e tem retomado sua atividades. Segundo A. Sérgio Barroso, um dos coordenadores da entidade, “as razões para a retomada das atividades estão contidas nos objetivos originários do Manifesto da SAL , agravadas pela imensa dispersão das reflexões teóricas marxistas mais sistemáticas, na grande turbulência dessa conjuntura”.

Entre as iniciativas da SAL estão a publicação do livro “Lênin: presença da revolução” (FMG/Anita Garibaldi, 2017), e a coedição de “Lênin, leitor de Marx: Dialética e Determinismo na História do Movimento Operário”, de Gianni Fresu (Anita Garibaldi/SAL, 2016).

Serviço:

Seminário: 110 anos do livro “Materialismo e empiriocriticismo. Notas críticas sobre uma filosofia reacionária”, de Vladimir Lênin.

Diata: Segunda-feira, 02 de dezembro, 18 horas

Local: Rua Rego Freitas, 192 (6º andar) - República - Sâo Paulo-SP

Promoção: Sociedade dos Amigos de Lênin