Notícias

Augusto Buonicore: presente! Hoje e sempre!

Renato Rabelo e Luciana Santos Publicado em 11.03.2020

Em nota, a presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos e o presidente da Fundação Maurício Grabois, Renato Rabelo, lamentam o falecimento do membro da direção nacional, Augusto Buonicore e reverenciam sua luta e seu legado. Segundo o documento, Buonicore “deu uma monumental contribuição para o resgate e o registro da história do PCdoB, do marxismo e do pensamento progressista em geral”.

Augusto Buonicore Foto: Cezar Xavier

Nota de pesar pelo falecimento do camarada Augusto Cesar Buonicore

O falecimento do camarada Augusto Cesar Buonicore deixa a militância e os amigos do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) profundamente entristecidos. Ele falece aos 59 anos de idade, em pleno auge da sua produção teórica, depois de uma profícua atuação como intelectual, escritor, militante estudantil e sindical.

Historiador e cientista político, foi membro do Comitê Central do PCdoB e dirigente da Fundação Maurício Grabois. Foi também um dos coordenadores da Escola Nacional João Amazonas.

Suas obras “Marxismo, história e a revolução brasileira: encontros e desencontros”; “Meu Verbo é Lutar: a vida e o pensamento de João Amazonas”; e “Linhas Vermelhas: marxismo e os dilemas da revolução” – além de artigos, palestras e entrevistas – enriqueceram o pensamento marxista brasileiro e ajudaram significativamente na compreensão do Brasil e dos seus dilemas.

À frente do Centro de Documentação e Memória (CDM) da Fundação Maurício Grabois, Augusto Buonicore deu uma monumental contribuição para o resgate e o registro da história do PCdoB, do marxismo e do pensamento progressista em geral. Com suas posições claras e bem definidas, conquistou respeito e simpatia em amplos setores da intelectualidade.

Augusto Buonicore era reverenciado pelo rigor com que tratava suas pesquisas e, também, por ter sido um camarada de dedicação a toda prova às causas do povo, sempre modesto e fraterno. Criador e difusor de ideias avançadas, foi um incansável batalhador pelo desenvolvimento da nova luta pelo socialismo. Seu legado certamente muito contribuirá para o desdobramento desse processo.

Nossas fraternas e sentidas condolências à esposa, Sônia Regina de Oliveira; à filha, Clara Oliveira Buonicore; e à mãe, Dolores Buonicore!

Inclinamos nossas bandeiras revolucionárias do PCdoB, de fraternidade e justiça social, à memória de Augusto Buonicore!

Reverenciamos sua luta e seu legado!

São Paulo, 11 de março de 2020

Luciana Santos – presidenta do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)
Renato Rabelo – presidente da Fundação Maurício Grabois