Notícias

Novo curso EAD da Fundação aborda economistas brasileiros

Da redação Publicado em 19.06.2020

A Fundação Maurício Grabois lança novo curso a distância com foco na obra de dois economistas brasileiros: Ignacio Rangel e Ruy Mauro Marini. O curso é iniciativa da Cátedra Claudio Campos, criada recentemente para aprofundar os estudos sobre o pensamento desenvolvimento econômico brasileiro.

O módulo sobre o economista Ruy Mauro Marini tem o objetivo de trazer para a discussão a “Teoria da Dependência”. Marini é um seus teóricos fundamentais, muito conhecido na América Latina, mas pouco estudado no Brasil. As aulas sobre Marini serão com o professor e economista Nilson Araújo.

Ruy Mauro Marini foi um dos fundadores da teria marxista da dependência e se concentra basicamente no período pós independência, buscando relacionar o desenvolvimento histórico do Brasil no âmbito das relações de subordinação com as potências estrangeiras, sobretudo a partir da Divisão Internacional do Trabalho. Sua obra abarca toda a América Latina. Ruy Mauro foi também militante da luta contra a ditadura militar, tendo fundado a POLOP - Política Operária - organização de esquerda intensamente perseguida pela ditadura militar de 1964. Sua obra é muito estudada em diversos países da América Latina.

As aulas sobre o pensamento de Ignacio Rangel acerca da formação social e da dinâmica capitalista brasileira, assim como a questão agrária e outros assuntos do processo de desenvolvimento brasileiro serão ministradas pelo professor Elias Jabbour.

Ignácio Rangel é um dos pensadores brasileiros mais originais, a partir da sua interpretação sobre o desenvolvimento econômico e histórico do Brasil, parte de referenciais teóricos que abrangem Friederich Hegel, Karl Marx, Friederich Engels, John Maynard Keynes e diversos pensadores brasileiros. Membro do Partido Comunista do Brasil na sua juventude, tendo participado das jornadas antifascistas da Aliança Nacional Libertadora em 1935, Ignácio Rangel foi preso político durante o governo de Getúlio Vargas nos anos imediatos à fracassada insurreição da ANL. Nos anos 50, foi convidado por Getúlio Vargas para compor sua assessoria econômica, tendo sido um dos redatores dos projetos que criaram a Petrobras e a Eletrobras. Integrou posteriormente o ISEB (Instituto Superior de Estudos Brasileiros) e a CEPAL (Comissão Econômica para a América Latina e Caribe, órgão da ONU). Autor de diversos livros como "A Inflação Brasileira", ""Recursos Ociosos e Política Econômica", "Economia: Milagre e Anti-Milagre", dentro outros.

Os cursos estão disponíveis na plataforma EAD da Fundação Maurício Grabois. São 11 modelos (4 para o estudo de Ruy Mauro Marini e 7 para o estudo de Ignácio Rangel) por R$ 65,00.

Assista, baixo, os vídeos com os professores Nilson Araújo e Elias Jabbour sobre os cursos.