Prosa@Poesia

Corte

Cida Pedrosa Publicado em 28.03.2007

*

A foice talha a vida
a vida corta o verde
o verde afia a dor
 
o verde é sempre o mesmo verde
a brisa é sempre a mesma brisa
gume nos olhos da noite
 
a faca tece fio de luz
o horizonte rompe o carvão
à meia noite
 
o guerreiro
vara a via
bebe  cana
estende a lança
cantacana
catacana
canavidavial
 
a cana
rompe a veia
rasga o verde a vida a voz