Vídeos

Há 70 anos, EUA incendiaram 100 mil japoneses civis em Tóquio

BBC Publicado em 11.03.2015

Há 70 anos, na noite entre os dias 9 e 10 de março, americanos cometeram um brutal crime de guerra pouco lembrado, até mesmo pelos japoneses, ao incendiar 100 mil pessoas em Tóquio. Meses depois, os EUA carbonizariam mais 130 mil pessoas, instantaneamente, em Hiroshima e Nagasaki. O país ainda ameaça nações por todo o mundo com seu arsenal de bombas atômicas.

Foram 334 bombadeiros B-29 lançando milhares de bombas incendiárias sobre Tóquio. Estas bombas deram início a um incêndio que matou mais de 100 mil pessoas. Mulheres carregavam suas crianças em chamas no colo em desespero.

Foi um evento mais mortal que o bombardeio a Hiroshima, que matou cerca de 80 mil pessoas instanteneamente em agosto daquele mesmo ano. A bomba atômica sobre Nagasaki, por sua vez, matou cerca de 50 mil instantaneamente.

Apesar das proporções, o bombardeio contra Tóquio foi praticamente esquecido ao redor do mundo e até mesmo no Japão, que se ajoelhou diante da ajuda econômica oferecida pelos americanos para reconstrução do país. Como os EUA estiveram entre os vencedores da Guerra, nunca foi julgado pelos crimes de guerra cometidos.


Vídeo
Há 70 anos, EUA incendiaram 100 mil japoneses civis em Tóquio