Escola do PCdoB
Notícias

Escola Nacional João Amazonas reúne professores para reorganização 

Cezar Xavier Publicado em 01.07.2021

Evento virtual transferiu a direção da Escola de Nereide Saviani para Altair Freitas, reorganizou Núcleos de Ensino e Pesquisa e discutiu desafios da conjuntura.

Encontro de professores da Escola de Formação João Amazonas

Um grande encontro de formação, foi a sensação viva que ficou entre os quadros do PCdoB que atuam na frente de formação e propaganda, após o encerramento do Encontro Nacional de Professores e Professoras da Escola Nacional, realizado no último dia 26 de junho, na modalidade virtual. 

Reunindo os quadros que desenvolvem os cursos da Escola nos comitês municipais e estaduais, bem como nos cursos organizados diretamente pela Secretaria Nacional de Formação e Propaganda, através da Escola João Amazonas, o Encontro contou com a mobilização de vinte comitês estaduais e mais de cento e sessenta participantes. 

O encontro teve como objetivos fundamentais situar adequadamente o trabalho da frente de formação e propaganda, diante do quadro político atual. Uma conjuntura de enfrentamento das forças democráticas e progressistas contra o governo de extrema direita. Num momento em que este governo afunda o país em uma das suas maiores crises sanitárias e econômicas.

O encontro também considera a dinâmica complexa que a militância comunista tem ao conjugar a luta de resistência com a realização do 15º Congresso do PCdoB, no segundo semestre deste ano. Será um momento de preparação para as comemorações do Centenário do Partido e o grande desafio eleitoral de 2022. 

O Encontro desenvolveu também a reorganização dos Núcleos de Ensino e Pesquisa da Escola. 

Na primeira parte do Encontro, o secretário nacional de Formação e Propaganda, Julio Vellozo, desenvolveu uma intervenção analisando as características do trabalho de formação e propaganda na quadra histórica em que atuam os comunistas. Ele indicou como elemento fundamental a consolidação de um sólido corpo de quadros dirigentes do partido e das diversas frentes de atuação, capazes de compreender com profundidade os problemas do Brasil.

Segundo ele, os quadros precisam estar qualificados para os desafios do PCdoB e a necessidade de fortalecer o processo de estruturação partidária, ampliando as fileiras de modo amplo. Junto com isso, é necessário alargar o diálogo com as demais forças comprometidas com a democracia, na conformação de uma Frente Ampla que isole e derrote o governo da extrema direita. 

A Frente de Formação e Propaganda deve intensificar suas ações para contribuir de modo decisivo para o fortalecimento político e teórico dos quadros e da militância, para que o PCdoB atravesse esse período complexo e obtenha as vitórias necessárias. 

Nova direção e balanço

Júlio também anunciou que Altair Freitas passa a assumir o trabalho de direção da Escola, em substituição à Nereide Saviani, que seguirá dando suas contribuições imprescindíveis nos aspectos mais pedagógicos, seguindo também na coordenação do Núcleo de Ensino e Pesquisa de Filosofia Marxista. 

Em seguida, Freitas apresentou um balanço geral sobre o último período das ações da Escola e das suas seções estaduais e regionais. 

Ele aponta que, a despeito de todas as dores, perdas e prejuízos ao país causados pela pandemia da covid-19 e a péssima condução geral do país pelo governo de Jair Bolsonaro, foi possível desenvolver um renovado trabalho de desenvolvimento dos diversos cursos estruturantes (CPS, CIM e Nível II), a partir da utilização dos novos aplicativos de reuniões virtuais. 

Além de favorecer uma nova dinâmica de reuniões bilaterais entre a Escola e as Secretarias de Formação dos Estados, o trabalho virtual potencializou o desenvolvimento alargado dos cursos e a reorganização das Seções Regionais. Este processo envolveu boa parte dos comitês Estaduais, processo que será consolidado até o final do mês de julho. 

O novo diretor salientou a importância da realização do Curso Conceitos Básicos do Marxismo-Leninismo, realizado em fevereiro, que reuniu cerca de 700 militantes do partido, e os diversos cursos do Nível I, realizados por vários comitês estaduais no último período. Apresentou ainda uma proposta geral de reorganização do Curso Nível III, a ser realizado em 2022, que será debatida pelos núcleos de Ensino e Pesquisa nos próximos meses. 

Destacou finalmente a importância do lançamento da nova plataforma de ensino a distância da Escola, com uma nova dinâmica, com mais recursos pedagógicos e que possibilita uma grande interação com os diversos instrumentos que o PCdoB e a Fundação Maurício Grabois utilizam para sua comunicação e propaganda. 

Reorganização de núcleos

Seguiu-se um intenso período de debate, com mais de vinte camaradas apresentando suas contribuições, observações, críticas e sugestões, resultando em um conjunto de elementos que se combinarão para o enriquecimento do trabalho de formação na próxima etapa. 

A parte final do Encontro voltou-se para o trabalho de reorganização dos Núcleos de Ensino e Pesquisa. Nereide fez uma rápida apreciação sobre a importância dos Núcleos para o desenvolvimento do trabalho geral da Escola desde a sua retomada em 2003, especialmente no desenvolvimento do seu currículo e desenvolvimento dos cursos estruturantes. 

Apontou que na nova etapa, os cinco núcleos (Filosofia Marxista, Estado e Classes Sociais, Economia Política e Desenvolvimento, o Socialismo Como Necessidade História e Fundamentos e Teoria do Partido Comunista), deverão se debruçar sobre a reestruturação do Nível III. O objetivo é desenvolver novas e diversas atividades gerais e específicas que reforcem o trabalho de formação de militantes e quadros, bem como para uma necessária atualização do currículo, especialmente após o processo de atualização do Programa do Partido, a ser implementado após o 15º Congresso. 

Na sequência, os núcleos realizaram uma rápida reunião para definição inicial dos seus componentes e para desenvolver uma agenda própria de trabalho no próximo período.