Especiais - Haroldo Lima, presente! Hoje e sempre!

Fundações do PT, PSol e PSB lamentam morte de Haroldo Lima

Cezar Xavier Publicado em 24.03.2021

Fundações partidárias emitem nota de pesar por Haroldo Lima.

Fundações emitem nota de pesar por Haroldo Lima

Foram emitidas três notas pelas Fundações partidárias ligadas ao PT, PSol e PSB lamentando o falecimento de Haroldo Lima, nesta quarta (24), por covid-19.

As notas são assinadas pela Fundação Perseu Abramo (PT), pela Fundação Lauro Campos e Marielle Franco (PSOL) e a Fundação João Mangabeira (PSB) e prestam solidariedada ao PCdoB e à família, assim como lembram sua trajetória. Alexandre Navarro, do PSB, lembra como sua trajetória se cruzou com Haroldo, desde a Constituinte.

Leia as notas abaixo:


FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO

Haroldo Lima, presente!

A Fundação Perseu Abramo recebe com imensa tristeza a notícia da morte do dirigente comunista histórico Haroldo Lima, aos 81 anos, vítima da Covid-19.

Deputado federal pelo PCdoB da Bahia por cinco mandatos, inclusive como constituinte em 1988, e ex-presidente da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no governo Lula, Haroldo Lima foi companheiro inseparável na luta pela democracia e na construção de uma sociedade mais justa e solidária, desde a ditadura militar. Em 15 de dezembro de 1976, estava presente à reunião do Comitê Central do PCdoB, à Rua Pio XI no bairro da Lapa em São Paulo, quando a polícia invadiu a casa, matando os dirigentes Pedro Pomar, Ângelo Arroyo e João Batista Drummond, além de prender o próprio Haroldo Lima, Aldo Arantes, Elza Monerat e Wladimir Pomar. Esse foi o “Massacre da Lapa”.

Internado desde o início de março, o dirigente vinha lutando bravamente contra a doença até que teve seu quadro agravado na última sexta-feira, vindo a falecer nesta madrugada. Mais uma vítima da Covid, mais uma vítima da irresponsabilidade e do negacionismo do governo Bolsonaro.

Toda nossa solidariedade à família, aos amigos e à militância do PCdoB.

Diretoria da Fundação Perseu Abramo

 

FUNDAÇÃO LAURO CAMPOS E MARIELLE FRANCO

A fundação Lauro Campos e Marielle Franco se solidariza com os camaradas do PCdoB, familiares e amigos desse bravo combatente na luta do povo. Haroldo Lima presente!

 

FUNDAÇÃO JOÃO MANGABEIRA

Conheci Haroldo Lima como deputado e na ANP [Agência Nacional do Petróleo]. Um deputado raro, com lado, preparo e posições nacionalistas e humanistas.

Um sorriso largo.

Lutador do bom combate.

Lembro das tardes e noites infindáveis construindo, ao lado de Haroldo Lima, e de outros, estratégias regimentais e propostas legislativas, desde os tempos finais da Constituinte, quando comecei a ajudar no Congresso, ainda como faz tudo.

Um amigo que sempre nos tratava carinhosamente como “baixinho”.

Contam-se hoje nos dedos políticos como Haroldo Lima.

Vai-se mais um ícone da grande política, de outros tempos.

Fica a mediocridade, cada vez mais espraiada.

Nossos sentimentos pela passagem de Haroldo à todos os familiares e amigos.

Perde a política e perde o país, essa triste bananolândia já tão humilhada e sofrida.

Alexandre Navarro, vice-presidente nacional da Fundação João Mangabeira – PSB