Notícias

Seminário discute educação e cultura para o desenvolvimento, nesta segunda (21)

Cezar Xavier Publicado em 20.06.2021

Painelistas são Cezar Calegari (IBSA), Madalena Guasco Peixoto (PUC-SP), Marcus Vinicius (Associação de Músicos), Maria Beatriz Luce (UFRGS) e Javier Alfaya (gestor de cultura), com mediação de Marcio Cabreira

A Fundação Maurício Grabois, por meio de sua Cátedra Cláudio Campos, volta com o Seminário: O Nacional-Desenvolvimentismo e o Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento, nesta segunda (21), às 14h, para sua nona mesa: Educação e Cultura como instrumentos para o desenvolvimento e a emancipação das consciências. A série de debates ocorre durante 11 mesas até 17 de julho.

O evento é aberto a convidados compostos por membros do Comitê Central e das Comissões Executivas Estaduais do PCdoB, que receberão o link para o webnar. O Seminário segue o planejamento da Fundação para o ano de 2021 e tem por objetivo contribuir para a formulação de um projeto nacional de desenvolvimento e subsidiar a atualização do Programa Socialista do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), aprovado em 2009, no 12º Congresso.

Sob mediação de Marcio Cabreira, membro do Comitê Central do PCdoB, a mesa de debates será composta pelos convidados Cezar Calegari (presidente do Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada – IBSA); Madalena Guasco Peixoto (professora da Faculdade de Educação da PUC-SP), Marcus Vinicius (diretor da Fundação Cláudio Campos e Presidente da Associação de Músicos, Arranjadores e Regentes);
Maria Beatriz Moreira Luce (professora da Faculdade de Educação da UFRGS) e Javier Alfaya (gestor de políticas culturais e diretor de Cultura da Fundação Maurício Grabois).

Confira os temas que comporão o escopo de debates no evento:

O papel que a educação deve cumprir numa estratégia de desenvolvimento alavancada por educação, ciência, tecnologia e inovação.

Experiência de países em que a educação cumpriu papel decisivo no processo de desenvolvimento.

Reforma da educação que consolide o Sistema Nacional de Educação com prioridade para a educação pública, gratuita e de qualidade.

Realizar uma reforma educacional que possibilite à educação converter-se num instrumento fundamental para o desenvolvimento e beneficie as amplas massas da população.

Favorecer a integração da educação e cultura num todo único com vistas à emancipação das consciências, condição essencial para o desenvolvimento: a mente colonizada é um dos principais obstáculos ao desenvolvimento.

Afirmação e florescimento da cultura brasileira e da consciência nacional.

Reestabelecer o protagonismo do Estado como formulador e indutor das prioridades culturais públicas, com fins de apoiar e atender às demandas da criação e da produção cultural nacionais.

Promover a cultura nacional-popular: instrumento fundamental na luta de ideias, particularmente num momento em que o obscurantismo passa a orientar a política do governo.

 

SERVIÇO:

AGENDA: 21 de junho, 14h (segunda-feira)

TEMA: Educação e Cultura como instrumentos para o desenvolvimento e a emancipação das consciências (mesa 9)

EVENTO: Seminário: O Nacional-Desenvolvimentismo e o Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento

Conferencistas: Cezar Calegari (Pres. do Instituto Brasileiro de Sociologia Aplicada – IBSA);
Madalena Guasco Peixoto (Prof.ª da Faculdade de Educação da PUC-SP);
Marcus Vinicius (Diretor da Fundação Cláudio Campos, Presidente da Associação de Músicos, Arranjadores e Regentes, membro do Comitê Central do PCdoB);
Maria Beatriz Moreira Luce (Prof.ª da Faculdade de Educação da UFRGS);
Javier Alfaya (Gestor de políticas culturais e Diretor de Cultura da Fundação Maurício Grabois);
Mediação: Marcio Cabreira (Membro do Comitê Central do PCdoB).