Notícias

Renato Rabelo: Ano novo e novas lutas pela frente

Renato Rabelo Publicado em 22.12.2021

Presidente da Fundação Maurício Grabois divulga mensagem de fim de ano, apontando a necessidade de ampliar a unidade e a luta do povo brasileiro para derrotar Bolsonaro.

Caros amigos e amigas

Encerramos mais um ano de grandes lutas do povo brasileiro.

Vivemos um período em que se projeta o ascenso da República Popular da China e de outras nações como a República Socialista do Vietnã e da República de Cuba que atingiu recentemente o primeiro lugar no mundo em matéria de vacinação de sua população com vacinas próprias.

Por outro lado assistimos o declínio relativo da potência hegemônica dos EUA e sua política de interferência sistemática nos assuntos internos de inúmeros países que não se dobram diante de suas pretensões imperialistas.

Estamos diante do declínio do neoliberalismo e do rastro deixado pelo austericídio para a maioria da população.

Foi sem dúvida um ano turbulento, e impregnado de lutas contra o autoritarismo e o negacionismo de Bolsonaro e seu sistema neofascista.

O povo brasileiro vai adquirindo cada vez maior consciência da verdadeira natureza do governo de Bolsonaro e, ao mesmo tempo, procura os caminhos da unidade e da frente ampla necessária para derrota-lo.

Ao lado da grave crise económica, da inflação e do desemprego, os trabalhadores reorganizam suas forças para melhor enfrenta-los. No Congresso Nacional também obtivemos vitórias importantes derrubando vetos inomináveis assinados por Bolsonaro, e aprovamos o projeto da Lei das Federações partidárias que poderão contribuir pela unidade popular e com isso derrotar a política antipopular e antinacional de Bolsonaro.

Assim ingressamos o ano de 2022, quando se comemora o bicentenário da Independência do Brasil — que ainda almejamos seja uma verdadeira independência — e também o ano do centenário do Partido Comunista do Brasil, o partido mais longevo e o mais jovem pelo ideário e por seu programa socialista.

Contamos com sua leitura e sua crítica permanente.
Viva 2022!
Viva o Povo Brasileiro!
RENATO RABELO